Dicas e conselhos sobre casa e Decoração

Decorações


Arquivo da ‘casas’


Mudar de endereço com tudo novinho 0

Escrito el 10 novembro, 2012 por admin

Quem já mudou de casa sabe: difícil é encaixar o mesmo sofá, a mesma mesa e as mesmas cadeiras num espaço diferente. A gerente de relacionamento com clientes Sônia Nascimento nem chegou a fazer a tentativa. Ainda na fase de projeto, o arquiteto Flávio Butti avisou que os chanfros, a área e o formato da sala pediam peças de tamanhos específicos. “E importante definir a disposição dos móveis antes mesmo de começar a reforma. Esse cuidado evita compras erradas”, diz Butti. No final das contas, Sônia trouxe apenas as roupas, os objetos pessoais, uma tela e uma mesinha lateral. “Mudei com poucas coisas. Foi ótimo”, diz ela, que, sempre correndo, vive entre uma reunião e outra. No tempinho livre, ela gosta de ler em frente à varanda. “Ter sacada era um pré-requisito do qual eu não abria mão.

Compartilhe no:
  • Orkut

Casa com três andares 0

Escrito el 07 setembro, 2012 por admin

O desnível do terreno permitiu a criação de um bloco com três andares, igado à parte social da casa. É onde ficam a garagem e os quartos. Quem passa na rua ou no rio, no fundo do terreno, vê de longe as telhas azuis, da M. Vogel, no telhado da Islamorada nome de batismo da casa.

Compartilhe no:
  • Orkut

Dormir e morar em casa 0

Escrito el 01 junho, 2012 por admin

Todo fim de tarde, lá se juntam para a cantoria, dividindo os trinados com pica-paus. Esse tipo de felicidade só pode ter quem escolhe morar e dormir em uma casa. Anariá, que passou anos cabendo em um apartamento antes de se casar com Paulo, faz sim com a cabeça e endossa a teoria do marido: Acordar aqui não tem preço. Não há problema que fique sem solução.

Compartilhe no:
  • Orkut

Casa de verão em Itaipava 0

Escrito el 14 janeiro, 2012 por admin

A casa de verão construída há 30 anos para férias de família tornou-se o Ninho das Águias, em 2001. Para o proprietário Davis Bales, a pousada tem o atrativo de estar a apenas 4 km do centro de Itaipava.

Compartilhe no:
  • Orkut

Casa dos sonhos 0

Escrito el 23 julho, 2011 por admin

O oceano Pacífico é conhecido por suas águas frias de cor azul profundo. Com todo esse cenário como quintal, o arquiteto chileno Enrique Browne projetou uma casa na cidade costeira de Zapallar, 250km ao norte da capital, a poluída Santiago. A residência, um dos tesouros arquitetônicos da terra de Pa-blo Ncruda, ganhou o primeiro prêmio do III Concurso Latino Americano de Arquitetura Pro-cobre. Vale lembrar que o cobre é o primeiro produto do Chile, e que sua utilização nesta casa ajudou na integração da obra com o verdejante entorno.

Compartilhe no:
  • Orkut

Fotos de casas antigas 0

Escrito el 25 maio, 2011 por admin

Em São Paulo, uma casa abandonada transforma-se em um lar com as portas abertas para o conforto e o bem-estar dos moradores e visitantes.
Construída na década de 1960, em uma vila no bairro da Saúde, em São Paulo, o sobrado pelo qual Ana Batlouni se apaixonou à primeira vista era escuro, estava abandonado há 15 anos e tinha uma péssima aparência. Não, ela não tem um gosto tão excêntrico assim. Na verdade, os bem treinados olhos da arquiteta, formada há oito anos, conseguiram enxergar o grande potencial da construção.

Compartilhe no:
  • Orkut

Casa funcional 0

Escrito el 28 janeiro, 2011 por admin

CLAREZA DE UNHAS E CONTORNOS.
Formas arredondadas e branco por toda parte. Dois pontos de partida para o projeto desta casa funcional, em João Pessoa, desenvolvido por Alain Moszkowicz e Roberta Xavier. A decoração segue o mesmo estilo e propõe o mobiliário básico. Para o acabamento, materiais de efeito refrescante fazem bonito, acentuando a modernidade da proposta.

Compartilhe no:
  • Orkut

Arquitetura minimalista 0

Escrito el 18 maio, 2009 por admin

arquitetura-minimalista

“UMA DAS CARACTERÍSTICAS DA DECORAÇÃO FOI TRABALHAR COM MOBILIÁRIO OUE  APENAS SEGUISSE AS LINHAS MINIMALISTAS DO PROJETO, SEM GRANDES EXAGEROS.”

Concreto, pedra, madeira, alumínio e vidro. A representação em materiais naturais confere contornos menos cartesianos a esta residência de 450 metros quadrados, localizada em um condomínio em Londrina, PR. Ao elaborar o projeto, um dos principais desafios do arquiteto Guilherme Torres foi a particularidade do lote, de esquina, com 35 x 15 m. Por conta disso, deveria haver grandes recuos, o que tornou a área edificável ainda mais estreita, somado a um desnível de 2 metros da rua, nos fundos do lote.
0 arquiteto explica que, em todo o projeto, aproveitou ao máximo a linearidade da residência – praticamente condensada em uma “caixa” de 25 x 5 m. Além disso, ele explorou os desníveis naturais do terreno, dispensando possíveis aterros desnecessários.
Todas as aberturas da residência dão para a fachada principal, garantindo um distanciamento de 25 metros em relação às janelas dos vizinhos. A área íntima concentra-se sobre o living, estruturado em pilotis fechados por vidros.

Compartilhe no:
  • Orkut

Praticidade 0

Escrito el 18 maio, 2009 por admin

praticidade

Diante de um cenário com paisagem exuberante, era de se esperar que referências à natureza estivessem presentes também no interior da casa. Não à toa, há predomínio de tons terra em todos os ambientes, em especial nos dormitórios, dotados de varandas que se abrem para a vista das montanhas.
A arquiteta conta que a casa foi projetada partindo de uma concepção atual de conforto e praticidade, com ambientes amplos e bem iluminados, mesclados com o uso de materiais rústicos para conferir uma atmosfera agradável. Assim, salta aos olhos o uso extensivo de madeira maciça aparente, presente em pilares e vigas e, também, na estrutura do telhado.

Compartilhe no:
  • Orkut

Rustico moderno 0

Escrito el 17 maio, 2009 por admin

rustico-moderno

A CASA FOI PROJETADA PARTINDO DE UMA CONCEPÇÃO ATUAL DE CONFORTO E PRATICIDADE. COM AMBIENTES AMPLOS  E BEM LUMINADOS. MESCLADOS COM O USO DE MATERIAIS RÚSTICOS.”

Há alguns anos, em meio a um condomínio fechado em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, a arquiteta Cláudia Roscoe projetou uma confortável casa de veraneio com amplas varandas e áreas de lazer para um casal e seus dois filhos já adultos. Passado um tempo, porém, a reformulação dos planos da família – que desejara se mudar definitivamente para o tranqüilo refúgio, exigiu que algumas mudanças fossem realizadas na eíficação, em especial com o aumento da metragem e a adição de novos cômodos. Dessa forma, o imóvel que originalmente dispunha de um único pavimento, passou por uma reforma que culminou na construção de três andares e 750 m2 de te, permitindo a distribuição de novos espaços de acordo com a recente utilização da casa. A implantação sobre um terreno de 17 mil m, procurou aproveitar a topografia do terreno, marcada pela Intensa declividade e a generosa vista para as colinas e para o lago. Além disso, era exigência dos moradores a máxima integração da construção com a vegetação existente, o que foi feito principalmente com a destinação de quase 16 mil m2 para o paisagismo, composto por uma mistura de espécies decorativas, árvores frutíferas e nativas.

Compartilhe no:
  • Orkut


↑ Top