Dicas e conselhos sobre casa e Decoração

Decorações


Arquivo da ‘Arquitetos e decoradores’


Transparência em painéis de vidro 0

Escrito el 24 janeiro, 2012 por admin

A transparência dos painéis de vidro, que fecham os vãos entre os pilares de concreto, permitiu a integração dos ambientes internos e externos. A frente da casa é fechada por portões de ripas de madeira. A entrada principal fica ao lado de um basculante que guarda um automóvel em vaga descoberta.

Compartilhe no:
  • Orkut

Decoração ambientes interiores 1

Escrito el 25 agosto, 2011 por admin

Através de grandes esquadrias de madeira, o ambiente integra-se ainda à varanda coberta, sala e cozinha. Abaixo dele, encontram-se a oficina de trabalhos manuais da proprietária e área de serviço.

Compartilhe no:
  • Orkut

Arquitetura e design de interiores 0

Escrito el 17 agosto, 2011 por admin

Casa Natal.
A 12 Mostra de Arquitetura de Interiores, Decoração e Paisagismo da Baixada Santista – Casa Natal -, acontece de 3 de outubro a 5 de novembro, das 15 às 22 horas, em Santos. Organizado pela Associação dos Ex-Alunos do Colégio Stella Maris com a ajuda de uma comissão de arquitetos, o evento acontece em duas casas construídas durante a época áurea do café, localizadas no bairro do Gonzaga. A Casa Natal é o mais importante evento da área na Baixada Santista, e toda a renda será revertida para as três casas assistidas pela AEA Stella Maris, que atendem cerca de 180 crianças e adolescentes sob risco social.

Compartilhe no:
  • Orkut

Casas arquitetura moderna 0

Escrito el 22 janeiro, 2011 por admin

MODERNO E CLÁSSICO, COM VISUAL DE ACONCHEGO.
Arquitetura moderna, decoração clássica. Dois conceitos opostos convivem pacificamente nesta casa, situada em Fortaleza. Em razão do clima quente, grandes panos de vidro promovem a ligação entre os ambientes internos e externos. Arquitetura.
E na fachada que o concreto Iraça desenhos inusitados, criando vãos providenciais e refrescantes para o lazer. Sobre o aparador em concreto e vidro desenhado por Bernard Mirande, potes antigos em laca preta e vermelha da Birmânia. Mesa e cadeiras típicas de fazenda do Antiquário Ocilma. Uma parede de vidro faz cenário na sala de música, definida por sofá e poltrona Luiz XV, com tecido Bauhaus. Tapete oriental Kirman. Escultura de Carrier Belleuse.

Compartilhe no:
  • Orkut

Arquitetura de São Paulo 0

Escrito el 25 novembro, 2010 por admin

Aurélio Martinez Flores nasceu em Puebla, México, em 30 de dezembro de 1929. Formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Autônoma do México, em 1952, foi assistente de Jorge Gonzales Reyna. Seus primeiros trabalhos foram com design de móveis para a Knoll Internacional. Com o escritório de Mies van der Rohe colaborou nas obras interiores do Edifício Bacardi no México e na Embaixada dos Estados Unidos no Peru. Chega ao Brasil em 1960 a serviço da empresa, encarregado de produzir móveis para a Embaixada dos Estados Unidos e para o Palácio da Alvorada em Brasília. Dez anos depois abre escritório de arquitetura em São Paulo. Em 1975 é nomeado professor assistente da cátedra de Arquitetura de Interiores, na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Mackenzie. Premiado com menção honrosa na segunda e terceira edição da Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo e também pela concepção do restaurante Gero.

Compartilhe no:
  • Orkut

Arquitectura contemporanea 0

Escrito el 24 novembro, 2010 por admin

AURÉLIO MARTINEZ FLORES.
“Quando cheguei ao Brasil, na década de 60, morei no que considero um perfeito exemplar de apartamento para a classe média”, relata o arquiteto Aurélio Martinez Flores. 0 edifício São Carlos do Pinhal, na Avenida Paulista, projetado por Giancarlo Gasperini e Jacques Pilon é, para o arquiteto mexicano radicado em São Paulo, um exemplo de arquitetura moderna. Datado da década de 50, a concepção espacial do edifício é o sonho de moradia do homem moderno. Dimensões adequadas sem exageros, reduções ou sobreposições do uso dos espaços como vemos hoje, são alguns dos pontos altos deste prédio. “Vista por mim do 17″ andar, onde eu morava, a caixilharia de proporções generosas integrava com o distanciamento necessário a bela metrópole que naquela época deslanchava.” Estava ali o caminho que deveria ter sido seguido pela arquitetura comercial, o elo que acabou perdido e nos levou, hoje, a um resultado de tão baixa qualidade. E, sem dúvida, um excelente exemplo de como poderia viver a classe média”, conclui.

Compartilhe no:
  • Orkut

Maiores arquitetos brasileiros 0

Escrito el 23 novembro, 2010 por admin

EM HOMENAGEM À CIDADE DE SÃO PAULO, CASA VOGUE CONVIDOU UM GRUPO DOS maiores arquitetos brasileiros para indicar as obras arquitetônicas desta megalópole que mais apreciam e as que mais os surpreendem. Estes grandes profissionais refletem sobre espaço, estética, ética e excelência, tendo em mente soluções para a interação do indivíduo com a comunidade deste gigantesco e complexo tecido urbano. Suas soluções brilhantes materializam o belo, o conforto, a agilidade, a flexibilidade com olhar no futuro, uma visão macro do micro, reflexões tecnológicas e filosóficas que almejam o que o Homo sapiens vem buscando desde que se tornou o Homo urbanum: qualidade de vida.

Compartilhe no:
  • Orkut

Arquitetura brasileira moderna 0

Escrito el 22 novembro, 2010 por admin

São paulo urbi et orbi 450 anos.
Os pilares da arquitetura brasileira revelam obras escolhidas por cada um destes renomados arquitetos de nosso País que contribuíram e contribuem, segundo eles, para transformar a paisagem paulistana nesta urbe surpreendente e única. Outros arquitetos em decoração de quarto.

Compartilhe no:
  • Orkut

Arquitetura e decoração de interiore 0

Escrito el 21 setembro, 2010 por admin

Como surgiu o seu interesse pelo design?
Estudei línguas e, como tradutora, me sentia apenas um invisível canal de passagem, não existia nenhum processo criativo envolvido. Foi então que decidi estudar Historia da Arte. Desde sempre me sentia atraída pela ligação entre criação, realização e industrialização, o que acredito ser a definição de design. Em meados dos anos 70, tornei-me diretora de criação da LIP, uma industria francesa de relógios. Lá convidei designers como Michel Boyer, Roger Talon e Rudy Meyer para criar novos modelos de relógios e foi um sucesso imediato. Foi assim o meu début.

Compartilhe no:
  • Orkut

Arquitetura e decoração de edificio 0

Escrito el 20 setembro, 2010 por admin

Moderno edifício construído na década de 70 pelo arquiteto italiano Renzo Piano. E contou que desde a infância sentia-se fascinada pelo processo criativo “da idealização à fabricação de um produto” e que foi esta paixão que a levou a estudar História da Arte e a trancar a sete chaves seu diploma em Línguas Estrangeiras. Sorte da arte. Sob sua supervisão, exposições do calibre de Empire du Bureau, no Museu de Artes Decorativas e Lumiéres, je Pense a Vous, no Centre Pompidou, em parceria com o então ministro da Cultura Jack Lang, imprimiram novos contornos à arte moderna a ponto de madame Jousset estar com a agenda tomada até 2007, quando espera inaugurar um novo Centre Pompidou.

Compartilhe no:
  • Orkut


↑ Top